PROCEDIMENTOS UTILIZADOS PARA O TRATAMENTO DE VARIZES

cirurgia.jpg

Cirurgia de Varizes

Por definição, varizes são veias permanentemente dilatadas e tortuosas com diâmetro maior que 3mm. Há muitos anos o tratamento consagrado para esta situação é a cirurgia, e de fato essa pode ser uma excelente opção, se bem indicada e executada por um especialista. A Medicina evoluiu muito e o Brasil figura entre os países com maior tradição no tratamento cirúrgico de varizes com técnicas minimamente invasivas. Assim como na cirurgia plástica, temos opções de tratamento adequadas para cada caso. Seja a cirurgia tradicional ou com técnicas ablativas (LASER ou Radiofrequência), o procedimento é seguro e realizado em regime de Day Hospital, onde o paciente tem alta no mesmo dia, sem a necessidade de permanecer internado. Uma avaliação clínica vascular pré-operatória definirá qual a melhor opção para cada caso.

grupo-de-cirurgioes-na-sala-de-cirurgia-

LASER e Radiofrequência Endovenoso

São métodos físicos que proporcionam uma cirurgia minimamente invasiva. De uma forma geral, uma etapa da cirurgia aberta tradicional é substituída pela oclusão da veia safena com a termoablação. A destruição da veia doente decorre do calor produzido e aplicado pela fibra do LASER ou cateter de Radiofrequência introduzido na veia através de uma punção, ou seja, um pequeno furo, feito com uma agulha. Este procedimento pode muitas vezes ser realizado com anestesia local. As vantagens são principalmente pelo retorno mais rápido às atividades diárias e de trabalho.

IMG_6062.jpg

Escleroterapia de Varizes

A escleroterapia consiste em injetar substâncias químicas em forma de líquido ou microespuma, utilizando-se agulhas especiais muito finas para promover a oclusão química dos vasos indesejáveis. Pode ser empregado para o tratamento das telangiectasias, conhecidas popularmente como vasinhos, veias menores que 3mm, ou até mesmo as varizes mais calibrosas. A busca dos pacientes por este tipo de tratamento tem, muitas vezes, uma motivação estética, buscando melhorar a aparência. Entretanto, por ser uma patologia, requer tratamento médico especializado.

Crioescleroterapia

É uma variação da escleroterapia na qual o líquido, antes de ser injetado, é processado em um resfriador específico a uma temperatura de até 40 graus negativos adicionado um poder extra na esclerose e oclusão do vaso. Dessa forma, além da ação química há a o efeito físico da baixa temperatura. Um benefício adicional é que há minimização do desconforto.

Radiofrequência Percutânea

É uma técnica que utiliza um meio físico para complementar o método químico (escleroterapia). Um dispositivo microcontrolado aplica uma corrente elétrica ao nível da radiofrequência na própria agulha da escleroterapia aumentando substancialmente capacidade de oclusão dos vasinhos. Esta tecnologia agrega grande valor para remoção de vasinhos de difícil resolução e não sofrem interferência quanto aos tipos e cor da pele.

laser-1.jpg

LASER Transdémico

Consiste na aplicação de uma luz amplificada para promover a oclusão dos vasinhos através da pele. Não deve ser confundido com o LASER endovenoso sendo, portanto, um método físico de alta tecnologia capaz de promover a remoção dos pequenos vasos. Embora tenham o mesmo princípio físico, são tecnologias diferentes que necessitam equipamentos específicos.

Faça o agendamento online. É fácil, rápido e seguro.